Nova Olinda do MA registra 32 casos positivos de COVID-19


A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Olinda do Maranhão, divulgou o Boletim Epidemiológico dois últimos quatro dias (21, 22, 23 e 24).

94 pacientes com sintomas gripais realizaram os testes. Sendo registrados 32 casos positivos para a Covid-19 e 62 negativos.

No mês de janeiro de 2022, até a presente data, já foram realizados 315 testes, onde foram confirmados 90 casos positivos para COVID-19.
Compartilhe:

Veja onde vacinar crianças de 05 a 11 anos em Nova Olinda do Maranhão

 

A Secretaria de Saúde de Nova Olinda do Maranhão iniciará a partir de 24 a 28 de janeiro a vacinação para crianças de 08 a 11 anos, nos dias 31 a 04 de fevereiro serão vacinadas crianças de 05 a 07 anos.

Os pontos de vacinação serão:

Escola Terezinha Leite

Escola José Pereira Amorim

Posto de Saúde da Vila Iracy


Será obrigatório levar a carteirinha de vacinação,CPF ou Cartão do SUS.
Compartilhe:

Várias pessoas ficam feridas após ônibus do Rotar do Mar com destino a Cândido Mendes se envolver em acidente na BR-316


Um ônibus da empresa Rota do Mar, que saiu de São Luís com destino a Cândido Mendes -MA, se envolveu em um grave acidente na tarde desta quarta-feira,19, na BR-316 entre as cidades de Presidente Médici e Maranhãozinho.

De acordo com informações enviadas ao Blog do Neto Weba, o ônibus da empresa Rota do Mar colidiu com um caminhão/caçamba desgovernada.

Ao todo 16 passageiros ficaram feridos no local, e várias ambulâncias de municípios da região foram acionadas para levar os feridos em estado mais grave para a cidade de Governador Nunes Freire.

A região não possui Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU. Até o fechamento desta matéria não a qualquer informação de óbito.


Entre os feridos uma mulher ( com fratura exposta ) e um homem.

No local o trânsito funciona em meia pista e segundo informações ainda não há previsão para liberação total.
Compartilhe:

Especialistas estimam fim da onda de contágio da Ômicron para fevereiro


Cálculo é baseado nas curvas de contágio da variante em outros países com cobertura vacinal semelhante ao Brasil. Em média, a onda dura em torno de um mês

Especialistas ouvidos pela CNN acreditam que a variante Ômicron deve perder força a partir do mês de fevereiro.

De acordo com presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alberto Chebabo, o pico de contágio deve ocorrer em uma a duas semanas. “É uma estimativa difícil. Mas depois do pico, começa a cair. Talvez, no final de fevereiro o número de casos já será bem menor”, explicou.

A variante foi relatada pela primeira vez à Organização Mundial da Saúde (OMS) pela África do Sul, no dia 24 de novembro do ano passado, e tomou o mundo com rapidez.

Um relatório divulgado há uma semana pela OMS mostrou que a cepa já é responsável por quase 60% dos casos de Covid-19 sequenciados no último mês.

No exterior, as curvas de transmissão de países como Canadá e Reino Unido, que têm coberturas vacinais semelhantes às do Brasil, caíram depois de um mês da chegada da Ômicron.

“A variante se comportou muito parecida com os outros países: é um aumento muito intenso e muito rápido do número de casos, é uma onda bastante aguda. Isso sempre preocupa. A gente viu que fica próximo a 30 dias a duração dessa curva”, explicou o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, que é médico sanitarista.

No Rio de Janeiro, a variante já é responsável por 98,1% dos casos de Covid-19. Do fim de 2021 para cá, a taxa de positividade para a doença na rede pública da capital fluminense subiu de 0,7% para 51%.

Segundo dados da prefeitura, 2022 já conta 64.713 casos confirmados, 238 graves. Além disso, 20 pessoas morreram.

“No momento a gente ainda tem o número de casos numa curva crescente. Os números continuam aumentando e aumentando quase na mesma velocidade que na África do Sul, na Europa, nos Estados Unidos e no Canadá. Então são curvas muito parecidas, com uma velocidade de aumento um pouco menor no Rio de Janeiro”, diz Soranz.

“A gente está com um índice de replicação de 4. Nesses países a gente chegou a ver um índice de replicação de 6. Então a gente está indo em uma velocidade um pouco menor mas muito intensa de casos”, avalia o secretário.

Para dar conta de atender a demanda, a prefeitura carioca reabriu 150 leitos para tratamento de pacientes com Covid. “A gente tem que estar preparado para aumentar pontos de testagem, pontos de atendimento e leitos hospitalares porque a gente não sabe, de fato, quanto isso vai durar”, explicou.

O secretário também revelou um palpite de pesquisadores: “para alguns especialistas, ela se finaliza próximo a primeira semana de fevereiro, mas é muito cedo para afirmar”.

O infectologista e pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), José Cerbino Neto, concorda que é cedo para afirmar:

“O que temos hoje são dados das ondas na África do Sul e de países do hemisfério norte, que estão algumas semanas na nossa frente. Os dados deles sugerem uma duração de cinco a seis semanas, mas temos tido uma variação geográfica muito grande entre as ondas. O Brasil tem infecções prévias, cobertura vacinal e sazonalidade muito diferente desses locais, o que pode influenciar a duração aqui”, explicou.

De acordo com Cerbino, como ainda estamos em ascensão não é possível prever com os nossos dados se o comportamento será o mesmo que o observado no exterior.

“Eu diria que esperamos ver uma mudança de tendência ao longo das próximas duas semanas, e quando isso ocorrer será possível estimar a duração da onda”, concluiu o infectologista.

CNN Brasil
Compartilhe:

Pré-matrícula para escolas da rede estadual de ensino no Maranhão começam nesta segunda-feira, (17).

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o sistema da pré-matrícula será aberto às 9h desta segunda (17) e estará disponível até às 23h59 da próxima sexta-feira (21).

Começa, nesta segunda-feira (17), a pré-matrícula para as escolas da rede estadual de ensino do Maranhão, em tempo parcial, A pré-matrícula é destinada a estudantes que já concluíram ou estão em fase de conclusão do 9° ano do Ensino Fundamental e que irão cursar a 1ª série do Ensino Médio nos centros de ensino estaduais.

A pré-matrícula deve ser feita pelo portal da Educação.

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o sistema da pré-matrícula será aberto às 9h desta segunda e estará disponível até às 23h59 da próxima sexta-feira (21). As vagas serão preenchidas seguindo a ordem cronológica de inscrição, ou seja, os primeiros a fazerem a pré-matrícula vão conseguindo as vagas de acordo com a quantidade oferecida.

A quantidade de vagas ofertadas em cada centro de ensino em tempo parcial pode ser consultada em Edital, no site da Secretaria de Estado da Educação, no banner da matrícula 2022, localizado no topo do site.

A Seduc destaca que, a pré-matrícula pode ser realizada de qualquer lugar, seja pelo computador ou celular. Entretanto, para facilitar o acesso ao link e garantir que todos os interessados participem do processo, a Secretaria disponibilizará pontos de apoio para realização da pré-matrícula online, localizados nas sedes da 19 Unidades Regionais de Educação do Estado.

Confirmação da matrícula


A matrícula dos estudantes que fizeram pré-matrícula on-line será efetivada no período de 24 a 27/01/2022, na escola que optou, de acordo com a ordem alfabética. No ato, o estudante deve estar munido de:
Duas fotos 3×4 recentes comprovante da pré-matrícula e dos seguintes documentos, em cópia e original:
Histórico Escolar ou Declaração de escolaridade, emitida no prazo máximo de 30 dias, pela última Unidade de Ensino em que estudou Certidão de Nascimento ou Casamento; ou RG, com CPF do estudante, se possuir; RG e CPF do responsável legal, no caso de estudante menor de 18 anos Documento que comprove o Número de Identificação Social – NIS, mediante a apresentação de extrato de FGTS, Cartão Cidadão, Carteira de Trabalho (CTPS) ou Comprovante pelo Portal Consulta Cidadão; laudo comprobatório de deficiências declaradas, se for o caso;
Comprovante de residência sendo obrigatoriamente a conta de energia elétrica do local de residência do estudante, atualizada ou no máximo de três meses. Quando o comprovante não estiver em nome do responsável legal pelo estudante, apresentar, conjuntamente, outro comprovante de endereço em nome da mãe/ pai/ responsável Autorização do responsável legal, preenchida e assinada (Anexo IV do edital). Somente para o estudante menor de 18 anos de idade que optar por vaga no Ensino Médio, no turno noturno.

Início das aulas

O início do ano letivo na rede estadual está marcado para o dia 14 de fevereiro de forma presencial, atendendo todos os atuais protocolos de biossegurança, e de acordo com orientação das autoridades sanitárias no período.

Do G1 Maranhão
Compartilhe:

Passaporte Vacinal pode se tornar obrigatório em estabelecimentos e eventos no Maranhão


O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), apresentou o Projeto de Lei nº 001/2022, que propõe a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de imunização contra a Covid-19 (Passaporte da Vacina) para acesso em bares, restaurantes, hotéis, pousadas, academias e eventos de maneira geral.

Segundo Othelino, o objetivo é resguardar a saúde dos maranhenses e incentivar a vacinação, uma vez que vem sendo registrado aumento do número de casos de contaminação pelo coronavírus.

“A vacinação é que tem contribuído para que não tenhamos casos graves de Covid-19 e mais internações nas unidades de saúde. Por isso, a exigência do Passaporte da Vacina para acesso aos estabelecimentos e eventos que reúnam grande público é fundamental, além de ser uma forma de estimular aqueles que ainda não se vacinaram a buscarem a imunização”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a proposição, o documento físico ou eletrônico comprovando a vacinação deve ser exigido pelos estabelecimentos a todos os cidadãos que, de acordo com a sua idade, já estejam autorizados a tomarem o imunizante contra a Covid-19.

Aqueles que, por motivos médicos, não podem tomar qualquer tipo de imunizante contra a Covid-19 deverão comprovar essa condição para ter acesso aos estabelecimentos ou eventos.

Ainda conforme o PL, caberá aos responsáveis pelos empreendimentos a cobrança do Passaporte da Vacina, que pode ser emitido pela autoridade sanitária de cada município ou pelo Governo Federal por meio da plataforma ConecteSUS do Ministério da Saúde.

O texto prevê ainda que, em caso de descumprimento da norma, caberá às autoridades sanitárias a aplicação de eventuais sanções.

O PL foi publicado no Diário Oficial da Casa, na quarta-feira (12), e passará ainda pelas comissões temáticas de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e Saúde para receber parecer antes de ir à votação no Plenário, em fevereiro, no retorno dos trabalhos.
Compartilhe:

Curta nossa pagina no Facebook


Previsão do Tempo

+31
°
C
+35°
+21°
Nova Olinda
Terça-Feira, 15
Ver Previsão de 7 Dias

Mais Acessadas da Semana

Mais Acessadas

Arquivo do blog

Posts Recentes

Total de visualizações de página