Polícia prende pistoleiro acusado de assassinar o vereador Jango de Maranhãozinho


Vereador Jango era natural de São João Batista

A Polícia Civil do Maranhão prendeu na manhã desta sexta-feira (31) um vaqueiro identificado como “Nó Cego” no município de Santa Luzia do Paruá. Ele é acusado de ser o executor do vereador de Maranhãozinho, João Pereira Serra (PSD), também conhecido como “Jango”, natural da cidade de São João Batista.

O crime ocorreu por volta das 6h da manhã do último dia 23 de abril, portanto, a prisão de “Nó Cego” acontece 38 dias após o assassinato. “Nó Cego” matou o parlamentar a mando de um advogado que mora em São Luís, filho de um Promotor de Justiça aposentado com sobrenome político muito conhecido na cidade de São João Batista.

Esse advogado, que também deve ser preso, possui uma fazenda ao lado de outra propriedade pertencente ao pai do vereador assassinado. “Nó Cego” é funcionário e uma espécie de capanga do advogado apontado como mandante do crime.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa pagina no Facebook

Mais Acessadas

Arquivo do blog

Posts Recentes

Total de visualizações de página