Que vergonha! Maranhão ocupa o 2° lugar dos estados mais violentos contra jornalistas

Em postagem publicada hoje pelo site O Antagonista, conforme levantamento do Conselho Nacional do Ministério Público, o Maranhão figura com o segundo lugar mais violento em número de assassinatos contra jornalistas. 
Aliás, é o primeiro do país quando a censura é exercida por Tribunais de Justiça. Nosso estado tem aparecido como o maior censor em ações de vários juízes e desembargadores contra a liberdade de imprensa. Uma vergonha!
Confira abaixo a matéria do O Antagonista:
Dos 64 homicídios de jornalistas ocorridos desde 1995 no Brasil, por causa do exercício da profissão, 13 ocorreram no Rio de Janeiro, estado que lidera o ranking.
O dado foi apresentado ontem no Conselho Nacional do Ministério Público e integra estudo do órgão que visa aprimorar a investigação desses crimes, que atentam contra a liberdade de imprensa.
Depois do Rio, os estados mais violentos são Maranhão, com 7 casos, e Bahia, com 6.
De todos os 64 assassinatos no país, somente 32 foram solucionados nos últimos 18 anos.
No lançamento do estudo, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse que a perseguição a profissionais de imprensa não deixa de ser uma forma de censura — sem dúvida, a mais cruel.
“A censura está proibida no Brasil. Mas ela pode ser exercida, também, sob o modo de atentar contra a vida do comunicador, sob a forma de ameaçar a sua segurança, para que ele deixe de dizer, para que se omita. Sempre que isso acontece, e estando o Brasil no ranking dos países perigosos para exercer a liberdade de imprensa, é preciso compreender que essas ameaças são um modo de censura à própria imprensa.”

Fonte: Luís Cardoso
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa pagina no Facebook

Mais Acessadas

Arquivo do blog

Posts Recentes

Total de visualizações de página