Vigia de escola é preso após estuprar adolescente por mais de 5 horas em Presidente Dutra


A Polícia Civil prendeu o vigia de escola Antônio Alves de Farias, de 66 anos, suspeito de estuprar uma adolescente de 12 anos de idade. O crime ocorreu no bairro de Fátima, em Presidente Dutra, a 350 km de São Luís.

Segundo a vítima, ela saiu de casa para ir ao mercado comprar ingredientes para o almoço, quando o estuprador a arrastou a força para dentro de casa. Ele amarrou mãos e pés da adolescente e cometeu abuso sexual por mais de 5 horas.

A adolescente, para escapar do bandido, teria se fingido de morta. Em um descuido dele, ela conseguiu fugir se abrigando em uma residência.

Com a chegada da polícia, Antônio Alves tentou empreender fuga, mas acabou sendo preso na MA-034, entre o povoado Baú e a cidade de Caxias.

“Tota”, como é conhecido na cidade, ainda resistiu à prisão e foi alvejado pela guarnição. Ele foi levado para um hospital na cidade de Caxias. O pedófilo confessou o crime.

Em busca na residência do preso, os policiais encontraram uma arma de fogo e várias caixas de preservativos, além de outros objetos pornográficos.

Para a polícia, pela quantidade de material pornográfico encontrado, “Tota” deve ter praticado outros crimes semelhantes.

O estuprador já trabalhou na cidade como vigia da Prefeitura. Ultimamente ele estava na função de vigia de uma escola particular do município.
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa pagina no Facebook

Mais Acessadas

Arquivo do blog

Posts Recentes

Total de visualizações de página