Setembro Amarelo: entrevista com a psicóloga Danielle de Castro Aguiar


Uma das principais causas de mortalidade no Brasil e no mundo é o suicídio, por isso a campanha do Setembro Amarelo tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre o tema. A convidada para falar sobre o assunto é a psicóloga Danielle de Castro Aguiar, que trabalha atualmente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município de Nova Olinda do Maranhão.

Nova Olinda Agora: Qual a Importância do trabalho da prevenção contra o suicídio?

Drª Danielle Castro: O trabalho é importante em muitos aspectos na vida de uma pessoa. A ajuda a ocupar a mente e a pessoa se sentir útil é algo muito importante pra ter uma saúde mental em equilíbrio.

Nova Olinda Agora: A senhora acha que existe um tabu em relação sobre falar abertamente sobre o suicídio?

Drª Danielle Castro: As pessoas tem a  falsa ideia de que se falar de suicídio vai estimular a alguém a cometer tal ato. É um tema que merece atenção e cuidado. Estimular as pessoas a falarem sobre seus sentimentos é um grande passo na prevenção do suicídio. Vale ressaltar que existem inúmeras causas que pode fazer com que o ser cometa o suicídio. O uso de drogas, transtornos mentais, depressão... É importante procurar ajuda de um profissional.

Nova Olinda Agora:  A sociedade Nova-Olindense tem papel primordial para diminuir os casos de suicídio no município através da conscientização, qual seria a estratégia adequada para que essa ação surta efeito?

Drª Danielle Castro: As palestras em escola pode ser um grande começo para que haja um entendimento maior sobre o tema.

Existe psicólogo no CRAS e no SESP pra ajudar as pessoas que têm a necessidade de um tratamento.

As pessoas de uma forma geral tem que está atenta aos familiares, amigos na mudança de comportamento, em procurar essa pessoa pra conversar. Muitas vezes uma boa conversa pode salvar alguém. Nem sempre quem comete o suicídio é alguém depressivo, suicídio é um ato de desespero.

Nova Olinda Agora:  Quando há uma suspeita de alguém na própria família que tenha pensamentos suicidas qual a medida que se deve adotar neste caso?

Drª Danielle Castro: Conversar com a pessoa e procurar ajuda profissional. A pessoa precisa de apoio e empatia.

Nova Olinda Agora:  Qual a mensagem que a senhora deixa para toda população?

Drª Danielle Castro: A mensagem que eu deixo é que apesar de tudo, todas as dificuldades que a gente passe, a vida sempre vale a pena!!!!

Você não está só, sempre vai ter alguém pra te ouvir e ajudar. Nunca perca a fé em você e nem na vida

Deus abençoe todos nós.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa pagina no Facebook

Previsão do Tempo

Mais Acessadas da Semana

Mais Acessadas

Arquivo do blog

Posts Recentes

Total de visualizações de página