'Acabou tudo isso': Auxílio Emergencial não será prorrogado

Ministro desmentiu prorrogação do benefício. - Foto: Palácio do Planalto


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o estado de calamidade e o auxílio emergencial serão encerrados em dezembro de 2020.

Nesta quarta-feira (07/10), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio emergencial não será prorrogado uma outra vez. O ministro classificou as chances de extensão do programa para 2021 como “zero”.

Aos jornalistas, durante uma entrevista, Guedes comentou que não há articulação política sobre o assunto. “Não haverá prorrogação do auxílio até junho de 2021. Não existe articulação para isso”, comentou.

Decreto de calamidade também será encerrado em 2020

Por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o governo brasileiro decretou estado de calamidade até o dia 31 de dezembro de 2020. Com isso, algumas medidas puderam ser feitas de forma mais rápida, utilizando-se do caráter emergencial do decreto.

Entre as decisões tomadas pelo governo, estava a de se furar o teto de gastos de 2020 para poder socorrer a população e as empresas. O auxílio emergencial, por exemplo, só foi possível com a declaração do estado de calamidade.
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa pagina no Facebook

Previsão do Tempo

Mais Acessadas da Semana

Mais Acessadas

Arquivo do blog

Posts Recentes

Total de visualizações de página